Tutores podem preparar um local seguro, calmo e confortável para que os bichinhos não fiquem tão assustados durante a queima dos foguetes. Barulho de foguetes e fogos de artifício são prejudiciais para os animais
A queima de fogos de artifício no réveillon é comum, mas prejudica a saúde de animais domésticos, como cães e gatos, por causa do barulho. Isso porque os bichinhos têm a audição sensível. Os especialistas explicam que, para evitar problemas, é importante preparar um local seguro, calmo e confortável enquanto o barulho estiver incomodando os pets. Veja abaixo dicas para diminuir o estresse dos pets.
A Jade é o bichinho de estimação da estudante Júlia Belga. O animal corre, brinca e quer colo o tempo todo, principalmente quando tem barulho. A tutora conta que por causa dos trovões, no período chuvoso, a atenção é redobrada. “Ela sempre foi muito medrosa”, disse Júlia.
A preocupação fica ainda maior no final de ano, época em que os tutores ficam em alerta por conta dos fogos de artifício. Para tentar evitar o desespero da cadela a jovem fez até apelo na internet.
“Já pedi várias vezes na rede social, com memes, brincadeiras. Para que as pessoas não soltem foguetes neste ano e nos próximos anos. […] e não é só pelos animais. Tem os idosos, as crianças, os autistas, hospitais”, disse Júlia.
A médica veterinária Ana Paula Lima afirma que os tutores têm razão em ficar preocupados já que os gatos e cachorros têm uma sensibilidade bem maior ao barulho. Ela explica que, além disso, os animais podem desenvolver problemas cardíacos e até morrer.
“A preocupação da gente, como profissional, é que a gente pede para tentar não estar nesses locais com tanto barulho”, disse.
Cães e gatos sofrem com barulho da queima de fogos de artifício
Reprodução/TV Anhanguera
Ela dá dicas para evitar que o animal fique assustado em casa durante a virada de ano. O mais importante é preparar um ambiente confortável para o pet.
“Você pode fechar as janelas da casa para diminuir o barulho. Você pode colocar um som para deixar o animal mais confortável, pode ligar a TV. E não passar a sua preocupação para ela. Naquele momento você está preocupada com o desespero e se você ficar também desesperada, o desespero dela vai ser maior”, disse a veterinária Ana Paula Lima.
Outra dica é deixar o animal com coleira e placa. A identificação é importante para casos de fugas.
Os veterinários e todas as pessoas que convivem com animais pedem uma celebração de virada de ano sem a queima de foguetes. “É a vida do pet e ela está em risco nesse momento”, afirmou Ana Paula.
Dicas para diminuir o estresse dos pets com fogos de artifício
Fechar portas e janelas da casa
Levar o animal para um local da casa onde ele se sinta seguro
Checar as telas de proteção das janelas
Colocar um chumaço de algodão nos ouvidos dos animais durante a queima de fogos
Consultar o veterinário para a prescrição de um calmante
Colocar uma coleira com os dados do animal (para o caso de fuga)
Cães e gatos sofrem com barulho da queima de fogos de artifício
Reprodução/TV Anhanguera
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins


Compartilhar:

Deixe seus Comentario